7 dicas para economizar água na Alemanha

Até o Jack toma banho em dupla!

Este é o post que vai mudar sua vida (er…se você mora na Alemanha ou na Suíça ou na Dinamarca, países onde a água custa muito caro). Seguindo as orientações contidas a seguir, você vai finalmente virar um deles, ou seja, ser um alemão da gema, meu campeão. Eles, sim, podem comemorar sem grilos de consciência o dia mundial da água (é isso?).

Antes devo contar sobre a near death experience (Ross Geller feelings…) que tive antes de escrever esse post.

Eu conheci a mulher mais fedida do mundo. Sim, é verdade.

Estava eu feliz e contente em uma exposição de trabalhos acadêmicos, ou seja, um ambiente amplo (não era elevador ou banheiro), quando ela se aproximou de mim e falou com o meu respectivo. Eu não a conhecia, mas os pensamentos que vieram à minha cabeça naquele momento ela não gostaria de saber jamais:

Meodeos, pelamordedeus amiga, o que é isso? Cof, cof, tá difícil de respirar… Vou fingir que vou olhar outros cartazes ali atrás… – Ah, oi, prazer, Tamine. Meu jesus amado!! Há quantas estações você não lava esse pullover? Com certeza desde a queda do muro!”

O drama foi intenso, mas eu superei e me inspirei. Por isso fique agora com as dicas.

1 – Tome aquele banho brasileiro só uma vez por semana. Nos outros 6 dias, utilize o mínimo de água possível para higienizar as regiões que estejam porventura com a validade vencida. É aí que entra o item a seguir…

2 – Seja adepto do Waschlappen. Imagine que você chega do trabalho fudido, cozinha, arruma as crianças, varre o chão, vê um filminho e começa a se preparar para ir deitar. É chegada a hora do “asseio”. Um ser humano brasileiro abre o chuveiro e dá aquela lavadinha canalha – mas uma lavadinha! – pra dormir cheiroso. Uma lavadinha com água corrente, que fique claro. Já na Alemanha, o conceito de água corrente não acompanha o indivíduo em suas tarefas de asseio, porque eles usam esse apetrecho abaixo: uma toalhinha que cabe com perfeição na sua mão como se fosse uma luvinha, veja só. É um negócio deveras prático. Você molha na pia, lava suas regioes com validade vencida, dá uma enxaguada na toalhinha e deixa ela (ok, essa é a pior parte) em cima do aquecedor, pra amanhecer bem secadinha para o próximo dia!

3 – Divida a descarga. Cada descarga utiliza 30 litros de água, assim, quase para nada. Se você morar com seu parceiro ou parceira, alguém com quem você tenha intimidade suficiente para não se importar em exibir sua arte, adote esta técnica revolucionária. É assim: depois do feito, não dê a descarga. Espere pelo próximo feito de seu parceiro e assim, economize 50% das descargas, ou seja, uns 800 mil litros de água.

4 – Lave pullovers e casacos uma vez a cada 15 anos. Afinal, a camada de suor demora a chegar no tecido por causa das outras milhares de camadas de tecido existentes antes dos casacos.

5 – Tome banho junto de alguém. Para isso você deve arrumar um namorado ou namorada. Na falta, arranje um roommate bem cabeça aberta. Pode também chamar o vizinho. Se ele for alemão da gema, tenho certeza que não vai recusar. Todos ganha!

6 – Não tome banho depois de ir pra piscina ou lago. Essa é auto explicativa, afinal, pra quê tomar banho se você acabou de tomar um, né?

7 – Lave a louça com a mesma água durante a semana inteira. Quem mora aqui já deve estar acostumado com o jeito alemão de lavar a louça: posiciona-se a louça toda na pia, enche-se a pia com água quente, acrescenta-se um pingo de detergente biodegradável, esfrega-se tudo, deixa-se secar e enxuga-se com o pano de prato. A minha dica é: não desperdice essa água! Deixe na pia até ela ficar totalmente inutilizável, apenas adicionando a água quente que sobrou do chá, café ou do cozimento do arroz para dar aquela esquentada.

E vocês? Alguma dica para aumentar a lista? =)

Esse post foi publicado em Costumes, Cultura, funny e marcado , . Guardar link permanente.

21 respostas para 7 dicas para economizar água na Alemanha

  1. Jessica Évora disse:

    Eu tenho muita vontade de morar na Alemanha, mas sério… A técnica número 2 eu não conseguiria. E não é nem por nojo (bom, também), mas é porque meu corpo não relaxa se eu não me sentir limpa.

  2. marta disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Depois falam dos franceses! :oO

  4. Ziza disse:

    Vou dar aqui minha pimentinha a este post: morei 12 anos na Alemanha e sei do que estou falando! O tal paninho (Washlappen) depois de uma semana de uso fica durinho, pois como calor da calefação e os resíduos acumulados ela seca e fica durinho. Ecaaaaaa!

  5. Ana Portilho disse:

    Amiga confessou-me o inconfessável! Depois de show do Gil em München foi pra cama (Oh, du Schande!) sem banho. Logo em seguida veio o marido alemão, cheirosinho, trazendo mais peso pra consciencia dela. “Ah, amor! Você tomou banho, que bom!” “Não, só me lavei com Waschlappen.” Ela: “Eca, sai daqui, que nojo!”
    Rimos muito!
    Mas essa da descarga graças a Deus nunca vi! De resto tudo é muito verdadeiro! Adorei o blog!!

  6. Carlos Ernesto disse:

    Eu ,que moro em Leipzig a 4 anos ,já tive contato(distante e indireto ) com uma boa parte dessas técnicas mas confesso que nunca fiz uso de nenhuma o que agora diante dos seus comentários me fez, quase me sentir, um burguês insensível , mas pensando bem talvez seja por coisas assim que a minha ex-mulher (alemã) resolveu se separar de mim dizendo que eu era muito gastador,talvez ela deva casar com um dos três porquinhos (que também é Alemão).

  7. marilius disse:

    que nojo, realmente! pra mim a pior parte foi a do vaso compartilhado, pq já morei numa casa assim e não é nada agradável ver a “arte” da pessoa antes da sua! é nojento! agora essa do paninho foi demais, hein… vc já adotou essa técnica? HAHAHAHAHHA!

  8. A foto da toalhinha foi demais!!!!!!!!!!!1

  9. Oliver disse:

    É tudo verdade. Não dá pra negar. Mas não poderia ter mantido segredo sobre isso? Tinha que revelar? Desde que leu o blog minha colega me olha com desconfiança…pegando no nariz…. E olha que tomo banho pelo menos duas vezes por dia.

  10. ADOREI esse texto. Ri muito. Morei pouco tempo na alemanha, 3 meses, mas deu pra sentir bem esse jeito de viver deles e você conta de uma forma muito gostosa. Parabéns!

    :*

  11. Lady Xagas disse:

    to passada, moida e fervida. ainda bemq na noruega não é assim

  12. larissa disse:

    Nossa Senhora, que nojo.
    não é à toa que esse povo fede não, tem toda uma técnica, um aprendizado…
    como disse José, somos pobres mas somos limpinhos!

  13. Gisela Blanco disse:

    CREDAAAA!!! Tô horrorizada. Não vou dormir bem hoje…

  14. ALice disse:

    Afff, adoto algumas das dicas de economias de água, mas ainda bem que moro aqui, esta da toalhinha é nojenta e a da louça então..credoo!

  15. Essa dos paninhos é foda. Pelo menos tem um para cada um? Ou dois, um para o rosto outro para o resto? Ou três, sendo um especial para… você sabe. Pelo menos dá prá lavar os paninhos? Ô Tamine, veja aí o que você pode fazer prá Alemanha ganhar pelo menos uma nota 5 no quesito asseio. Nós, aqui no Brasil, somos pobres mas somos limpinhos, né?

  16. Emília disse:

    Tamine, meu bem, não há nada mais nojento do que a piscininha. Foi assim que eu a apelidei. Sério; eu não sei como ninguém pega doença em restaurantes e afins depois de comer num prato ou beber num copo que foi “lavado” naquela piscininha. E se vc lava a louça do seu jeito, ensaboando pra depois lavar em água corrente, vc é a inimiga número um dos alemães. Piscininha não dá!

    Obrigada! Sempre quis falar mal da piscininha mas nunca tive a oportunidade.

    Beijos.

    • Denise disse:

      A Piscininha…Agora entendo porque meu marido näo gosta de ir pra restaurante! Que horror, já pensou bocas e bocas passando naquele garfo, naquele copo. Sabe lá de onde essa boca veio, e o que ela fez antes! Nem pense muito!!!

  17. Mel disse:

    Essa do paninho sempre me traumatizou. Nao rola… nao rola… nao rola…
    Nossa, e lavar louca naquela agua nojenta… Nao rola…. nao rola… nao rola…, odeio qdo convido amigos pra comer e eles se oferecem pra lavar a louca. Quase grito pra PELAMORDEDEUS NAO, aqui é assim “eu lavo, tu seca”.

  18. Harry disse:

    Pera aí…. É de verdade mesmo, ou é zoação????😀

    Que sinistro, eu tava agendado pra ir pra aí em Julho, mas tou mudando de idéia… Esse Waschlappen… não rola!

    Abs,

    • Denise disse:

      Eu antes de me casar sempre via na casa do meu noivo esse tal paninho e achava que era pra lavar o rosto! Nunca perguntei a serventia deles tb….Depois que eu me casei e coincidentemente de ele já ter ido ao Brasil, esses tais paninhos caíram em desuso, estäo empilhados e esquecidos. Gente, eu ia até pegar um pra usar depois da depilacäo com cera. Täo bonitinhos, azuis, amarelos, verdinhos…Ai, se a Tamine näo avisa antes…rsrsrsrsrsrs

  19. Mariama disse:

    Melhor maneira de economizar agua é NAO TOMAR BANHO E É ASSIM Q ELES FAZEM

    hahahahah
    saudade ate de nao tomar banho…merda!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s