5€ Friseur, a saga

Desde quando eu era pré-adolescente já curtia umas de aventuras em cabelereiros. Sempre apreciei a adrenalina de deixar o cabelo crescer e cortar com alguém bem loucão e ver no que dava. Nesse sentido, tive, uma ou outra experiências muito, muito boas. Mas claro que me fodi na maioria das vezes.

Estava na hora de me foder na Alemanha. Deixei o cabelo crescer, porque tava bonito, mas o instinto visionário já alertava: “Vou cortar essa juba no 5€ Friseur ali da esquina!”

5€ Friseur, como você já adivinhou, é o salão aqui perto de casa onde tudo custa 5 Euros. Ou melhor, 5,99. Mas tudo bem, pensei, afinal 99 centavos não muda muita coisa. Queria cortar o cabelo lá, arriscar todas as minhas moedinhas em um Friseur onde os clientes são só punks, Asis (vândalos e antisociais), desempregados e mendigos alemães, e sentir, claro, mais uma vez aquela adrenalina de outrora e economizar horrores!

Meu amigo, antes fosse.

Cheguei lá e em vez de Asis, havia uma população de mulheres que se chamam Cindy, Katy Britney. “Ué, cadê os punks? Ach so, eles não cortam o cabelo. Burra!”, pensei. Esperei sentada em uma cadeira de veludo em uma espécie de sala de espera, onde havia só mais uma cadeira. De veludo. Bem pomposo. O chão era de azulejo branco estilo cozinhas brasileiras. Aí veio a Cindy:

– Oi, o que vai ser?
– Corte! (bem decidida!)
– Lavagem, corte e secagem?
– Er… Não, na verdade só corte mesmo.
– Aqui a gente só faz assim, tudo junto, respondeu Cindy, varrendo o chão. – Vai sair 17,98, só para a senhora saber.
– Ah tá, porque as pessoas vêm aqui e pensam que vão pagar só 5,99 por tudo né?
– É.
– Ok, eu já tô aqui mesmo… (raiva > adrenalina).

A lavagem que seguiu-se ao diálogo foi coisa de 4 minutos. Água bem superficial no cocoruto, esfrega, esfrega e voilá. Sem condicionador, claro. Afinal, para que servem lavagens senão justificar o acréscimo de 5,99 dinheiros à conta?

– Venha por aqui, me indicou Cindy.

Sentei no trono em frente a um espelho bem grande com uma moldura dourada bem rococó.

– Como a senhora vai querer o corte?
– Bem, sabe o corte que está agora? Igual, só que 5 centímetros mais curto.
– Como assim, senhora?
– Assim, é reto, mas um pouco mais curto atrás e mais longo na frente.
– Com ou sem degradê?

Faco uma pausa para explicar a pergunta-chave da Cindy: “mit oder ohne Stufen?” Na hora me deu um click e associei o “Stufe” ao Vokuhila. Mas não, corte com Stufe significava degradé mesmo, aquele velho de guerra.

Mas estava tão traumatizada de ver cortes femininos na Alemanha demais “degradados” e dramaticamente assimétricos, que na hora respondi:

– Não, pelamordedeus, ohne Stufe!!
– (Bzbzzzbzzzzbzzzzzbzzzzz….cochicha com a Britney). Olha, vai ficar 23,96 o preço. Estou falando só pra senhora não desmaiar no caixa. (falou isso mesmo)
– Como assim?
– É, ohne Stufe custa 5,99 a mais.
– Mas por que já?
– Por que agora vou ter que cortar tudo reto e vai levar uma era. (falou isso mesmo).

Eu, com o cabelo molhado sentada na poltrona, já estava com o destino traçado: paguei 23,96 Euros por um corte que podia ter feito em casa, bem canalha. E logo eu que me amarro em bater recordes de economia em áreas que mulheres geralmente gastam potes de dinheiro.

Mas pelo menos vou poder dizer: quem cortou meu cabelo foi a Cindy, do 5€ Friseur.

Esse post foi publicado em Costumes, Cultura, Dresden, funny e marcado , , . Guardar link permanente.

5 respostas para 5€ Friseur, a saga

  1. larissa disse:

    AMEI essa!! Muito boa!

  2. isso me lembrou um cartunista que toda vez que ia cortar o cabelo num salão ficava uma merda. então ele passou a cortar o cabelo sozinho em casa. se é pra ficar uma merda, pelo menos fica uma merda de graça.

  3. flavia disse:

    hahahahahhahaha.. então somos duas.! tbm tive “problemas” parecidos.. plaquinha na porta dizendo 35 euros pra fazer as maditas stränchen.. beeeeeeeeeeeeem, ao final a brincadeira acabou me custando 70 euros.. Caraaaaaaaaaaaaaaaaaai quase morri do coração quando ela me disse o preço no final..:/
    Pelo menos as mechas ficaram boas! o que me deixou menos p da vida!😀 hahahahahha. boa sorte da próxima vez. Beijão

  4. mallu272 disse:

    Euri…..E pior é que você não é a primeira pessoa a contar algum caso quando foi há algum salão de beleza na Alemanha. Eu quando vou pra aí ou estou usando trancinhas, ou apliques ou qualquer coisa do gênero então não experimentei nenhum salão. Será que o serviço de manicure aí é bom? Adoro ler o seu blog!!!

    • martha disse:

      Quando se trata de corte de cabelo o ideal é não arriscar!

      Uma dica, quando você tiver tempo vale a pena entrar em um curso para aprender as técnicas de corte, se é que você gosta de usá-lo sempre curto.

      Não é difícil, é bem legal cortar o próprio cabelo.

      Nunca fico com o mesmo cabelo por muito tempo, e é muito rápido realizar o modelito que almejo!

      Coragem e sucessos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s