As comidas mais inapetecíveis que você vai encontrar na geladeira de um alemão

Extra extra! Mais uma lista de utilidade pública para o melhor entendimento dos habitantes nativos da Batatolândia. Com vocês…os alimentos mais deliciosos (#not) que você vai encontrar em uma geladeira germânica! Shall we?

1 – Sülze

Muito respeito, estamos falando de uma especialidade alemã. Pedacinhos de porco, frango, peru ou alguma outra carne nobre vêm, embalados firmes e fortes dentro de um pacote cheio de gelatina. UPDATE: neste Natal comi um Sülze preparado em casa e descobri que a tal da substância gelatinosa é produto do próprio cozimento de várias partes do porco juntas, com cebola, temperos e picles. Aí já sai da geladeira com aquela consistência de pudim de porco. Uma delícia, gentchy!

2 – Russische Ei na gelatina

Este é o segundo alimento da categoria frios desta lista que vem envolto em uma tal de gelatina nojenta, mas que aparentemente é muito popular por aqui. O “ovo russo” (!) é uma especialidade da cozinha russa e vem nessa versão que vende nos supermercados mergulhado nessa gelatina, junto a uns temperos, meio ovo cozido e alguns pedaços de verdura dentro de um potinho.

3 – Salada de “café-da-manhã” (!!)

Comer pão integral ou preto, como fazem os alemãs, todo dia é super saudável, né? Ainda mais se vier com uma pá de maionese com mortadela e pepino, em uma mistura super /in/digesta que também pode incluir ovo, tangerina, peixe (!), milho, aspargos e outras coisas incombináveis. Mas hey, somos do Brasil, terra de um dos cafés-da-manhã mais humildes em calorias.

4 – Carne moída crua pra passar no pão

Brasileiros têm pavor de carne crua, né? Pois alemães amam (eu também!). Pense naquele porco moidínho com uma cebolinha picada, sal e pimenta por cima. E não, alemães não sabem o que é aquela lombriga chamada solitária. E sim, se você vier à minha casa, vai encontrar Mett na geladeira!

5 – Gordura de porco pra passar no pão

Sabe aquela banha de porco que aquela sua tia-vó que mora em Minas usa pra fritar o torresmo? Sim, aqui você passa no pão. A banha ainda vem “temperada” um uma cebolinha frita e uns pedacinhos de maçã para tornar a coisa mais apetecível. Alemão não se importa com colesterol mesmo (e posso apostar que nem os mineiros!).

6 – Cream cheese sabor aspargo

Apesar deste item ser auto-explicativo, tenho que dizer: em tempos de aspargo, por favor não comprem esta merda!! É muito ruim aspargo com gosto de queijo, galero.

7 – Hering in Gelee

Mais um item com a tal da gelatina. Neste caso, um pedaço de peixe frito vem dentro de um potinho cheio de gelatina. A gelatina mantém o peixe “firme” no potinho, entende? Er… eu inventei isso. Na verdade eu não sei pra que serve essa gelatina. Alguém sabe? deve ter algo a ver com conserva, pois o sobrenome da cozinha alemã é Conservação.

8 – Sauerkrautsaft (suco de chucrute)

Mais um item auto-explicativo. Eu sei que alemães são fãs de sucos de legumes, mas alguém encara suco de chucrute?  A Ivana encarou.

9 – Harzer Käse

E quem foi que falou que alemão só sabia fazer salsicha? O Harzer Käse, típico da região de Harz, é o queijo mais saudável do mundo! Com apenas 0,1% de gordura, este produto é por essência o queijo típico alemão. Só não se incomode com o cheiro. Muito pior do que 4 toneladas de queijo francês, o Landskäse equivale a uma meia que foi usada sem lavar durante o inverno todo. E o gosto…Bem, o que esperar de um QUEIJO que tem apenas 0,1% de gordura?

Gente, apesar de zoar, eu sou fã da cozinha alemã. Talvez por isso a lista esteja desfalcada! Por favor, me ajudem a pensar no último item da listapara completarmos o Top 10! Sugestões nos comentários, bitte!

Esse post foi publicado em Costumes, funny, Listas e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

33 respostas para As comidas mais inapetecíveis que você vai encontrar na geladeira de um alemão

  1. Fredi disse:

    Geléia de Alemão tem nome meu caro: Se chama HACKEPETER. e não é de carne suína. É carne nobre bovina, filé Mignon de temperos verdes nobres. Quando vc comer vai pedir para repetir umas 20 vezes. Estude um pouco mais. tem outro que vc listou totalmente equivocados.

  2. Lan disse:

    oi…
    vamos combinar que o joelho de porco podia ficar na lista tambem….sch……!

  3. Carla disse:

    Os alemaes comem comida mais calorica que os brasileiros por causa do clima frio. E gostam da gordura por que no tempo da guerra a gordura era mais cara que a carne e deixa a pessoa saciada.

  4. Kamis disse:

    Agora entendo porque meu namorado alemão gosta tanto da minha comida.rsss
    Vou conhecer a família dele próximo mês e estou com medo do que está por vir. É muito rude se eu recusar algo que a mãe dele fizer?
    Parabéns pelo site!!!
    Estou adorando conhecer a cultura do meu namorado pela sua visão super bem humorada!
    Bjs
    Kamis

  5. Eliza disse:

    Eu gosto muito de ler coisas sobre a Alemanha, tenho um grande carinho por este país, mas carne de porco é um perigo. *.*

  6. Antonio Carlos disse:

    e aqueles bichos que os porcos têm e que sobem pra nossa cabeça, eles não têm medo? eu morreria de fome na alemanha…

  7. Marcos Mattoso disse:

    Minhas contribuicoes sobre “bizarrices culinárias” locais:

    1) Prato doce no almoco: nao sei se já comentaram mas é algo que até hoje nao consigo aceitar. Vi pela primeira vez no refeitório da empresa onde trabalhava: “Struddel” com molho de baunilha como opcao de prato principal … vai entender. Pelo menos uma vez por semana aparecia alguma coisa desse tipo. Nesse meio tempo mudei de empresa porém a “tradicao” se mantém … as “opcoes doces” continuam marcando presenca no cardápio semanal da “Kantine”. Coisa de alemao …

    2) Sanduíche de “Super Dickmann”: sabe aquele doce do seu outro “post”, o politicamente incorreto “Mohrenkopf” ? Pois é. Pegue-se um pao daqueles redondinhos (tipo “Keiserbrot”), corte-o transversalmente em duas metades, posicione um “Super Dickmann” (ou similar do Aldi) sobre a metade inferior e contra ele pressione a porcao superior do paozinho (segura com as duas maos), amassando-o com decisao. Pronto! Pode ser encontrado à venda como lanche em eventos esportivos para criancas (tomei conhecimento do dito cujo numa competicao de natacao).

    []s Marcos.

  8. Oì Tamine, igitt..;-) , viele von den Sachen kenne ja nochnichtmal ich!!! Und wuerde das auch nie essen.

    Fairerweise muesste man aber vielleicht auch noch erwaehnen, dass es in deutschen Supermarktregalen und Theken eine unglaubliche Auswahl an guenstigen(!) europaeischen Delikatessen gibt.

    Die werden mir in Rio fehlen, aber das macht nichts. Ich werde durch die Stimmung dieser einmaligen Stadt mehr als entschaedigt und in Brasilien habe ich kochen gelernt.

    Saudaçoes do Berlim

  9. Pingback: Anônimo

  10. Mariama disse:

    Taminee……eu morro de saudade da carne moida crua…ahhh sem lumbrigas nem nada…kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  11. Rosane Prando disse:

    Parabens pelo site. Mato a saudades da batatolandia e das minhas ferias de infância em uma colônia alemã em SC pelo seu site.
    Eu comia Sülze na casa da minha vó em SC e gostava. Ela nos dizia que era queijo de porco! Detestava Krem (não sei se é essa a grafia, mas era uma raiz forte ralada em conserva que dava pra colocar de escanteio um batalhão. Fedia horrores, pior que amoníaco! Minha vó dizia que era algo típico polonês.)
    Depois de algumas decadas, fui passar uma temporada de quase três meses no Sul da Alemanha onde comi salada no café da manhã e virei fã. Passei a começar o dia com tomate, pepino e queijo. Pelo menos aí, aqui a coisa não durou um mês! Dessa época não guardo boa impressão da mania esquisita de comer doce como almoço. Um dia cai na besteira de pegar um bolinho em meio a um molho que depois se revelou pão doce recheado de Figo seco em meio a calda de baunilha! Agora eu entendo como minha mãe consegue comer Cuca (bolo coberto de farofa doce) com churrasco!

    • Tamine Maklouf disse:

      Nossa, Rosane, comer doce como almoço é a coisa mais incompreensível que existe, olha. Um almoço que consiste em pão com calda de baunilha… tem algo errado! eheheheh Bjs!

  12. Nicole disse:

    Bom, por ser vegetariana eu já escapo de praticamente todos os horrores dessa lista🙂. Mas não sei como alguém em sã consciência pode comer essa gelatina bi-zar-ra. Lembro que uma vez acompanhei o processo de desidratação da gelatina para virar pozinho e – meu deus – gelatina de porco FEDE. Muito, você não tem noção. Mesmo dissolvida em água ela fede horrores. Só kanten (agar agar) na minha cozinha agora, faz favor.

    Mas aquele tal de Gemüsesaft também é bizarrinho. Se bem que perde para o Sauerkrautsaft. Bom, como eu geralmente não compro essas coisas, elas não me vêm à cabeça agora… mas além da gordura de porco, eles também têm gordura de ganso e pato, não?

    • Tamine Maklouf disse:

      Nicole, obrigado por ter me lembrado que toda gelatina eh feita assim! As vezes eu tb queria ser vegetariana para nao entoxicar tanto meu corpo com porco,mas esse ano vou tenntar a moderacao. Bjs

  13. Gisela disse:

    Eeeecati! Eu tb costumo ser fã da comida alemã, mesmo sabendo que cada pratinho de joelho de porco me tira uns 5 anos de vida. Mas essa banha de porco o pessoal do sul aqui tb come e eu acho a maior nheca! Mas comida é um conceito cultural, né? Gastritr tb deveria ser. Bjs!

    • Graciliano alves da Silva Neto disse:

      Gisela a despeito de não ser consumidor de derivados suíno,apenas de toucinho, penso que alguns mitos e inverdades que fazem dessa iguaria uma vilã, precisam ser desconstruidos, uma vez que nem todas as partes da anatomia suína detém alto teor calórico. O toucinho é uma destas partes que não prejudica ou compromete o nosso sistema cardiovascular.
      O veganismo e vegetarianismo não nos isenta de possíveis e em alguns casos irreversíveis quadro de infarto, uma vez que o uso recorrente de gorduras hidrogenada e afins, que são em grande escala consumidos por veganos e vegetarianos segundo me consta.

  14. Oi, Tamine:
    Li e gostei muito de seu artigo publicado na coluna do Ricardo Nobrat intitulada ALVOÇO.

    Vou ler outros textos em sei site.
    Veja o blog OFICINA DE IDEIAS: theodianobastos.blogspot.com

    e comente,
    Theodiano Bastos (Vitória/ES)

  15. Mel disse:

    Carne moída crua eu só gosto em forma de kibe cru😛 Mas sou bem fresca e nao como em qualquer lugar nao. Ja Sülze pode ser uma delicatesse delicaderrima EU nao como. hahahahahhahaha.😉

    • Tamine Maklouf disse:

      Mel, eu AMO carne crua…Desde o Brasil já gostava. Aqui na Alemanha como sempre, não importa o lugar…eheheheh Agora Sülze…. como é que gelatina de porco pode ser uma delicatesse delicadérrima? I will never know! Não desmerecendo o porco, claro? Bjs!

  16. Quanto desconhecimento e preconceito. No brasil se come isso tudo também. Talvez com exceção do handkäse.

    E no brasil se come intestino de porco, que tem que tirar a merda antes, e misturar aquilo com sangue… Pra quem tá achando estranho, isso é o sarapatel.

    • Mel disse:

      Nao acho preconceito a autora do texto falar sobre seu gosto pessoal. É um texto sobre bizarrices na cozinha alema e ela nao diz em momento algum que sao as unicas comidas da Alemanha ou que toda comida alema nao é boa.

    • Tamine Maklouf disse:

      No Brasil também tem comidas bizarras. Mas como moro na Alemanha faço uma lista com comidas bizarras da Alemanha. Grande abraço!

  17. Emília disse:

    Tamine, Blutwurst é triste. Acho uma boa ir pro top 10.

    Beijos.

  18. Heidi disse:

    Oi Tamine, nem sei como parei aqui no seu Blog, mas achei bem divertido!
    Quando li, fiquei com água na boca….. Meu coração é bavaro!! Meus amigos falam que eu sou mais Alemã que muito Alemão…. hahaha. Bom, vamos lá
    Blut-und Leberwurst Schwartemagen,Leberkäse, Saumagen,Grünkohl und Pinkel….. Tudo depende da Região 🙂

  19. Ivana Ebel disse:

    O suco de Sauerkraut que você falou ai foi mesmo uma experiência traumática… embora eu adore Sauerkraut, agora do uma espremidinha pra tirar o suco antes de comer😀 Mas eu tb amo Mett e sou super fã do Harzer Käse. Lecker!!! Tb gosto daquele queijo fundido que é igual ao Harzer, mas de passar no pão que, Kochkäse… Minha Oma fazia em casa quando eu era criança e eu saia do quarto choramingando… UIA, a Oma ta fazendo queijo podre outra vez! Significa.
    Na real, sou fã da culinária alemã. Só tem um ingrediente que me faz entrar em pânico: arenque, em qualquer variação. Rollmops? Hering Salat? E esse peixe ai na gelatina que vc falou? Medo!!!!

    • Tamine Maklouf disse:

      Ivana, meu marido ama esse queijo aí, o Kochkäse. Só de sentir o cheiro me dá náuseas. É queijo podre mesmo! Eu tb sou fã da culinária alemã, com essas poucas exceções! Bjs!

  20. Myma Rodriguez disse:

    Sem condições… não como nada disso nem me pagando!!!

  21. Márcia disse:

    Vai uma sugestão: Honiggurken
    É de apavorar😦
    Abs
    Márcia

  22. vmsporn disse:

    eu simplesmente como e gosto de muitas coisas da culinária alema, o povo fala que eu sou alema…

  23. no ano passado trabalhei numa cantina em que eu fazia sanduíche todos os dias com mett, carne moída crua, e era um dos sanduíches mais vendidos… nunca comi um sequer, cru… mas cheguei a fritar o pão com mett… es war lecker (era gostoso)!

  24. Leopoldo disse:

    Oi Tamine, parabéns pelo blog! Comecei a ler hoje e vou acompanhar sempre!
    Sülze é o pior da lista na minha opinião… meus avós comiam isso de direto. Sinceramente nunca experimentei, pq não tive coragem até hoje… só de saber a composição da tal geléia já passava mal… rsrs

  25. Rogério Tomaz Jr. disse:

    A carne moída crua no pão deve ser gostosa. O resto eu não encaro nem com a Steffi Graf me servindo na cama… (huummm, pensando bem…)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s