Carrinhos de bebê vintage (=velhos)

Quem é mãe aqui na Alemanha sabe: como dá para entrar em qualquer buraco com ele, tem uma hora em que o carrinho de bebê se torna parte de você. É até estranho sair sem ele, parece que tá faltando alguma coisa. Assim, na hora de comprar um, a funcionalidade é o que mais se leva em conta. Porém, contudo, vejo muita gente investindo em carrinhos vintage (=velhos) por causa do visu retrô que tá na modinha.

Saiu essa semana uma galeria de fotografias de carrinhos de bebê antigos no site da revista Spiegel. Olha só que fofos! Selecionei os melhores:

1900 – Tudo começou na Inglaterra. Alguém teve a conveniente ideia de colocar rodas nos moisés pra ficar mais fácil mover os bebês dentro das casas.

1934 – Começaram as presepadas. Vejam só que perigo. O que você acha, Gisela Blanco?


1926 – Esse aqui tá mais ajeitado, mas ainda perigoso: olhar o bebê enquanto pedala não funcionaria nos dias de hoje, né?

1973 – “A new idea from Germany”! Tinha que ser! Uma televisão de cachorro móvel. Como alguém não pensou nisso antes!

1937 – Até os carrinhos entraram na onda da propaganda nazista. Podiam ter poupado os bebês dessa, hein amigo?


1970 – Carrinho pau-de-arara típico das creches alemãs (tem até hoje, mas num design menos futurista que esse da foto). Reparem nos prédios ao fundo. É Brasília? Não, é a RDA!🙂

Para detalhes sobre crédito das fotos, visitem a galeria.

Falando nisso, li nesse site que era comum na RDA os pais deixarem os carrinhos de bebê fora dos supermercados – sim, que nem fazemos com nossas bicicletas e carros – para irem às compras sem serem importunados por seus bebezinhos.


Sim, você leu certo: os bebês ficavam dentro dos carrinhos!

Esse post foi publicado em DDR, Fotografia, História, Ostalgie, rda e marcado , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Carrinhos de bebê vintage (=velhos)

  1. Nossa, eu adorei os carrinhos, muito legais! Mas será que eles são confortáveis?
    Eu adoraria um modelo vintage pro meu filho pq está super na moda, o problema é a segurança e o conforto dele.
    Será que você consegue me passar essas informações? Depois é só conversar com o maridão e comprar o carrinho rs.
    Beijinhos e post bem interessante!
    Karen.

  2. daiana disse:

    gostaria de saber onde posso comprar um carrinho com esse estilo…
    me ajude, Help!!!

  3. Nina disse:

    Meu marido ficou muito lá fora esperando a mae fazer as compras na antiga DDR
    Só de saber dá uma peninha😦

  4. Clarisse disse:

    Que medo de roubarem meu bebê. Deus que me livre. Mas bem, com big brother watching you, quem ousaria roubar um bebê, né?
    Tô amando seu blog.

  5. Rinaldo disse:

    comprei um carrinho de bebe BEM antigo em Lndóia, procuro fotos dele, aprece ser dos anos 60 ou anterior. , pois é pra restaurar, agardeço qualquer foto naldaovem@yahoo.com.br

  6. Ana Borba disse:

    os bebês ficavam fora, mas os cachorros podiam entrar?

  7. Adorei esses carrinhos… minha vontade também é ter um desses vintage…. vamos ver na hora que tiver um filho…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s