Flammkuchen para idiotas

Foto do ótimo blog alemão Delicious Days

Você já comeu um Flammkuchen na Alemanha achando que era pizza? Eu também! Aqui o povo acha que o Flammkuchen é um pizza a la francesa. Mas como bem lembrado pela Carol Nogueira, não é exatamente francesa e sim alsaciana, devido à origem da especialidade (a região da Alsácia faz fronteira com a Alemanha. Já eu, tenho uma outra definição: pizza de pobre!

A massa bem fina, que vai por poucos minutos ao forno bem quente, coberta de sour cream, cebola roxa e pedacinhos de bacon ou presunto defumado é bem pobretona em comparação a uma pizza. Mas por favor não subestimar o sabor: fica uma delícia! E um pouco mais light para aqueles que estão pensando na dieta.

No momento que tirei o meu primeiro Flammkuchen selbstgemacht do forno, pensei: tenho que escrever um post sobre isso! <blogueira vive tendo insights como esse>

É simplesmente uma das coisas mais fáceis que já fiz envolvendo massa. Ou melhor dizendo, mão na massa. Adoro cozinhar, mas minha praia é comida. A área dos pães e doces é sempre muito obscura quando me aventuro a experimentos. Meu medo mor era aquele lance de abrir a massa. Ao ler essas palavras já me dava calafrios só de pensar na sujeira e na cena da “farinha para todo lado”, como é típico de quem põe a mão na massa.

Mas o Flammkuchen não tem sujeira nenhuma! Juro! E dentre peneirar a farinha e colocar a massa pra crescer gastei menos de 30 minutos. “Ei, mas como abre a massa então?” Esse é o segredo! Você abre a massa direto na assadeira! <wait, só eu achei isso a descoberta da pólvora (por sinal, um alemão inventou a pólvora, você sabiam?)?>

“Mas eu não tenho rolo!” > Meu amigo, qualquer objeto cilíndrico tá valendo, desde que você tenha habilidades motoras. Eu usei um pote de papinha de nenêm. Mas recomendo fortemente a aquisição desta paradinha aqui (vi no You Tube uma mulher usando):

Como é pequeno, não cria trambolho na sua cozinha! Não é genial? Em alemão: Nudelholz ou Teigröller. Eu brevemente vou adquirir um kit de padeiro para o meu filho e deve vir com um mini rolo. Vou correr pro abraço, maninho!

Receita de Flammkuchen

  • 300g de trigo
  • 175ml de água morna
  • 1/4 de colher de chá de sal
  • 1/2 colher de chá de açúcar
  • 1/4 de uma barrinha de fermento químico
  • 3 colheres de sopa de óleo
  • bacon cortado em cubinhos
  • cebola roxa em rodelas bem finas
  • sour cream (Schmand ou Créme Fráiche) temperado com sal e pimenta à gosto

Sempre tenho medo de fermento químico! Mas dessa vez deu certo. Dissolvi o pedacinho em um pouquitititio de água e misturei com o açúcar. Na vasilha já com a farinha e o sal, abri um buraco e joguei a mistura do fermento, o óleo e a água. Eis que chega o momento inevitável de colocar a mão na massa (depois de misturar tudo com a colher para incorporar um pouco a gororoba). Mas vá com fé que vale a pena. Aperte bem a massa até ela ficar bonitinha e lisa, pode ser dentro da vasilha mesmo (melhor se ela for mais larga tipo uma bacia). Não precisa se dedicar muito, vai ficar bom de todo jeito, eu garanto. Ligue o seu forno por 2 minutos e deixe ele quentinho. Desligue. Coloque agora a vasilha coberta com a massa lá dentro para descansar por 30 minutos. Vá tomar banho ou colocar o bebê pra dormir. Tire a vasilha do forno. Viu como cresceu? Agora divida essa massa em 2 partes. Pegue uma assadeira grande e larga e bote um papel manteiga por cima, assim não precisa untar! Não é o máximo? Eu sou a favor de evitar a fadiga sempre, ainda mais na cozinha.

Agora pegue a metade da massa e abra já no papel manteiga com o rolinho ou com o que estiver disponível. Abra o máximo que puder (por isso a assadeira tem que ser bem larga). O ideal e que a massa fique bem fina, não importa se ficar em forma de pele de urso (é até mais bacana, fica mais rústico). Depois de aberta a massa, passe o creme azedo por cima, sem medo de ser feliz. Pode colocar bastante. Depois o bacon e as rodelas de cebola (pode abusar, não seja mesquinho nas cebolas porque elas encolhem e somem!). Fica mais ou menos assim:

Vai para o forno pré-aquecido à 250°C por 10 a 12 minutos! Pronto, fertig!

Para quem gosta de blogs de comida, olha aqui uma receita de Flammkuchen do blog alemão Delicious Days.

Esse post foi publicado em Comida e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Flammkuchen para idiotas

  1. Valeria disse:

    Adorei a receita. Gostaria de fazer mas pelo que explicou penso que o fermento usado é o biológico e não o químico. Estou certa ou me enganei?
    Agradecida
    Valéria

  2. Cristiane disse:

    Se você teve que deixar a massa crescer, conforme sua descrição, então é o fermento biológico.

  3. fátima disse:

    sabe o que eu usei dia desses pra abrir massa? o rolo de papel alumínio (com o alumínio, lógico!). é perfeito!!!

  4. Ana Borba disse:

    ah! adorei… vou fazer!
    mas… só uma coisa… tu näo chamou o fermento biológico de químico, näo? em alemäo é hefe ou backpulver mesmo?

    • Tamine Maklouf disse:

      vixe…nao sei, fiquei em dúvida agora. eu me referi a frische hefe, mas pode fazer com um pacotinho do getrocknete hefe também!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s